Luciana Castelo Branco

Quem é o Psicólogo do Esporte?

“Se você acha que um bom profissional custa caro, é porque não faz ideia de quanto custa um incompetente”

(autor desconhecido)

Há em média 10 anos, recebo em meu consultório atletas de diferentes idades que relatam estar buscando novamente outro trabalho de preparação psicológica esportiva, pois já o realizaram com outros profissionais que não eram psicólogos, mas se diziam especializados em treinamento mental. Bom, existe aquela máxima: “Se acha que a competência custa caro, experimente a incompetência”.

  É importante entender quem é o profissional qualificado para atuar na Psicologia do Esporte, pois somente assim você irá obter os resultados esperados de forma saudável e duradoura.  

Quem é o Psicólogo do Esporte?

O psicólogo do esporte é um profissional formado em Psicologia, associado ao CRP e/ou CFP e com treinamento em Psicologia do Esporte (especialização, Mestrado ou Doutorado).

Suas funções básicas são: por um lado, otimizar o rendimento em treinamentos e competições; por outro, ajudar no desenvolvimento integral do atleta (DOSIL, 2007).

De uma forma mais ampla ele busca entender e ajudar atletas, comissão técnica, dirigentes e pais de atletas a alcançarem desempenho máximo, satisfação pessoal, boa performance, desenvolvimento da personalidade por meio da participação e saúde e bem-estar.

Também é preciso discernir os tipos de atuação do psicólogo do esporte segundo Weinberg e Gould (2017):

O Psicólogo Clínico do Esporte que trabalha voltado para o tratamento de transtornos emocionais como Transtorno de Depressão, Transtornos de Humor como Ansiedade, Depressão; Transtornos Alimentares…Este profissional está voltado para a área clínica e sua atuação é terapêutica intervindo nos momentos que se é identificado algum tipo de transtorno de saúde mental que está prejudicando o atleta.

O Psicólogo Educacional do Esporte é o que trabalha com a parte de treinamento psicológico se configurando como um trabalho educacional e não clínico. É o chamado coach mental”, técnico mental. Este profissional atua desenvolvendo a preparação psicológica do atleta para o alto rendimento com o objetivo de que este atleta tenha configuração mental e habilidades psicológicas e emocionais que favoreçam o desempenho dele alcançando máximo de suas possibilidades. Geralmente, esta constitui a forma em que mais frequentemente atuamos no alto rendimento.

Além disso, o Psicólogo do esporte tem tarefas e funções (atribuições) bastante especificas, destacando-se:

  • Cientista e pesquisador à contribuir para a sociedade na produção de conhecimento;
  • Docente à transmitir o conhecimento;
  • Intermediário entre técnico e atleta à orientações ao técnico e ao atleta promovendo o desenvolvimento da comunicação efetiva;
  • Intermediário entre equipe técnica, dirigentes, pais e atleta à orientações aos demais profissionais da equipe técnica, dirigentes e pais;
  • Especialista em Psicodiagnóstico à avaliar aspectos psicológicos do atleta determinantes do rendimento;
  • Especialista em análise de condições de treino e competições à análise de sistemas esportivos e sociais;
  • Especialista para otimizar o desempenho e o rendimento;
  • Consultor para solucionar conflitos à tanto a nível profissional quanto a nível pessoal não só dos atletas como de toda a equipe técnica, dirigentes e pais à intervenção psicológica em situações de crises emocionais;
  • Consultor à especialista em consultoria de programas de preparação psicológica em geral;
  • Responsável pela saúde e pelo bem-estar dos atletas e praticantes de exercício.

Rubio (2007) destaca que o psicólogo do esporte, ao iniciar um trabalho com atletas de alto rendimento, deverá primeiramente realizar um processo de avaliação psicológica esportiva que é conhecido como psicodiagnóstico e está relacionado diretamente com o levantamento de aspectos particulares do atleta ou da relação com a modalidade escolhida. 

A autora também ressalta que as investigações de caráter diagnóstico têm como objetivo determinar o nível de desenvolvimento de funções e de habilidades no atleta com a finalidade de prognosticar o desempenho e os resultados esportivos. Neste contexto, após a avaliação psicológica, o profissional poderá desenhar a preparação psicológica ou treinamento mental mais adequado respeitando a individualidade de cada atleta. E este é o assunto da nossa próxima conversa…sigamos em frente…

Referências:

  • Becker, B. Manual de Psicologia do Esporte e Exercício. Porto Alegre: Novaprova, 2000.
  • Becker, B. & Samulski, D. Manual de Treinamento para o Esporte. Novo Hamburgo: Feevale, 2002.
  • Becker, B. Psicologia Aplicada à criança no Esporte. Porto Alegre: Novaprova, 2000. .
  • DOSIL, J. D. Entrenamiento psicológico em atletismo. In:____.  El psicólogo del deporte: asesoramiento e intervención Madrid: Síntesis, 2007. p. 207-238.
  • GIMENO, F.; BUCETA, J.M.;PÉREZ-LLANTADA, C. Influencia de las variables psicológicas en el deporte de competición: evaluación mediante el cuestionario Características psicológicas relacionadas con el rendimiento deportivo. Psicothema, 2007. v. 19, nº 4. p.667-672.
  • RUBIO, K. A Avaliação em Psicologia do Esporte e a Busca de Indicadores de Rendimento. In: L. F. Angelo; K. Rubio (org.), Instrumentos de Avaliação em Psicologia do Esporte. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007. p. 13-26.
  • Samulsky, D. Psicologia do Esporte: conceitos e novas perspectivas.           Barueri, SP: Manole, 2009.
  •  Weinberg, R. & Gould, D. Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Marque sua Consulta
Open chat